domingo, 19 de maio de 2013

Viajar

Melhor que ter uma casa
É ter uma mala
Viajar, conhecer outras pessoas, outros lugares
Rever outras pessoas, outros lugares
A única forma de consumo que me atrai
É viajar
Carro, TV, celular, computador?
Não vejo poesia neles
São apenas eletrodomésticos
Não despertam sonhos
Viajar é o que mais me realiza
Pois viajar é o que mais manifesta aqui
A vida futura, dali

O céu é feito de encontros e reencontros
Entre uma infinidade de pessoas diferentes
Uma infinidade de lugares diferentes
O infinito que se encontra sem parar
Com solenidade em cada encontro
Isso é o céu, a vida futura da Trindade
Na Trindade

Melhor que ter uma casa
É ter uma mala

No céu não há tédio
Porque não há obstáculos aos encontros
Aqui, se chove, se não temos dinheiro,
Se não temos tempo, não nos encontramos
E não encontrar-se, reencontrar-se, é o inferno.
“Mas na família nos vemos sempre, dentro de casa”
Quem pensa assim se confunde
Família fechada é família burguesa
Família boa é a que viaja junto
Movimenta-se, encontra-se, reencontra-se
Família aberta ao mundo,
Em vez de tentar fechar o mundo
No seu mini mundinho.

Por isso, melhor que ter uma casa
É ter uma mala, e uma casa, de pouso, pousada
Para guardar a mala
Na sala.

Nenhum comentário: