domingo, 2 de dezembro de 2012

Do lado de lá dos Andes


Entre o Pacífico e o Atlântico, os Andes
As nossas montanhas de pontas brancas
Quase tocando a janela do avião, que não abre
Mas minha alma saiu pela janelinha,
Botou a boca nos Andes brancos, lambeu a neve
Do lado de lá, o Chile, Santiago.
Bela, bela, bela...
Gaúchas chilenas.
Santiago cheia de Igrejas...

No mercado, riquezas pacíficas
Frutos do mar, conchas, conchas
Grandes, diferentes...
Peixes deitados, ladeados
Mosaicos do Pacífico
Lindos, saborosos

Há vida nos Andes e do lado de lá dos Andes.
Atlântico e Pacífico.
Primeira vez que boto meus lábios no Pacífico
Os nossos dois oceanos, sul-americanos.
Andes, Pacífico.
Há vida depois dos Andes.
Vida grande, grande...

Vales, vinhos, uvas, amadas uvas, de vales, vinho
Pão, vinho, peixe...
Jesus cristinho, nos Andes, Pacífico...
Há vida do lado de lá dos Andes
Vida bela, grande, bonita
Vida escorreu dos Andes
Pelos vales, até o Pacífico...

Algodão de gelo derreteu de amor, escorreu
Pontinhas brancas de amor do céu, na terra...
Andes, Pacífico, Atlântico...
Pampa, Amazônia...
Geografia diferente e una
Sul-americana como eu, como você...

Nenhum comentário: